FIQUE AVONTADE!

29 de jul de 2011

365 coisas pra se fazer em Juiz de Fora - Comer bem em JF


Recebi esse email e achei engraçado, então vou compartilhar com vocês!

Para não ficar muito grande eu vou postando aos poucos, dividindo de acordo com o tema. 

 

 EU A AMO, APESAR DE TUDO

Motivados por uma propaganda enganosa publicada no Face Book (que anunciava “365 Coisas Pra Fazer em Juiz de Fora” e na verdade era só uma isca desses sites de compras coletivas), um grupo de pessoas se propôs o desafio de encontrar a verdade do anúncio: haverá 365 coisas pra se fazer em Juiz de Fora?
O resultado foi surpreendente. Chegamos a mais de 400 e tivemos que excluir algumas.
Antes de mais nada é uma declaração de amor a essa cidade - que talvez não mereça - que deve ser lida com o mesmo bom humor com que foi criada.
Divirta-se com a lista (que inclui o Bônus 366).
Os autores. 

E VAMOS À LISTA

1. Nada.
2. Tentar explicar pra quem é de fora, porque a cidade chama Juiz de Fora.

COMER BEM EM JF

3. Comer torresmo no Bar do Bigode e falar que o do Totonho é melhor.
4. Comer torresmo do Totonho e falar que o do Zé Ney é melhor.
5. Comer o torresmo do Zé Ney e falar que o do Bigode é melhor.
6. Aventurar-se pelo labirinto de galerias para encontrar a famosa Pizza Grega do Bar Futrica.
7. Costela ao Bafo no Bar do Gaúcho.
8. Jantar romântico no Til.
9. Feijoada de sábado no Bacco.
10. Tomar café no Maxi pão.
11. Fatia rosa na Doceria Brasil.
12. Salada customizada no Espaço Café Central.
13. Docinho macarrone do Vanille.
14. Coxinha com catupiry na Pipita.
15. Caldos no Boi na Curva no Eldorado.
16. Kibe do Mauad.
17. Esfiha da Tal da Esfiha.
18. Tomar um açaí no “Guaraná da Amazônia” em Benfica.
19. Dividir um macarrão na Casa D’Itália.
20. Comer espetinho em frente ao Muzik.
21. Comer churros da mãe da Sheila Carvalho.
22. Comer um Sputnik na Mexicana e ficar arrependido.
23. Comer um salgado em uma das 1467 “Tutys” espalhadas pela cidade.
24. Comer o mexidão, fresquinho, do Galdino.
25. Almoçar no Makro.
26. Fígado com jiló no Bar do Abílio ou Jabá de Jagunço no Pró-Copão.
27. Esfiha do Baalback. na galeria do Bar do Beco. Tem de carne, queijo e (a melhor de todas) de agrião!
28. Comer pastel com caldo de cana na feira da Av. Brasil.
29. Comer profiteroles na Planet enquanto lê um livro de graça.
30. Fazer um lanche no Mary Milk às 5 da manhã, completamente bêbado.
31. Comer pastelzinho enquanto espera vagar mesa no rodízio do Chimarron.
32. Comer pastel no Bar do Léo.
33. Comprar amendoim e coquinho no calçadão.
34. Comer frango ao molho pardo na Casa do Colono na estrada pra Monte Verde.
35. Tomar um caçulinha de Guaraná Americana - o verdadeiro sabor de Juiz de Fora - na Doceria Brasil.

 

27 de jul de 2011

Katy Perry com vestido e unha Smurfs

Katy apareceu na première do fime dos Smurfs, “The Smurfs”, com um vestido com a estampa da Smurfette e em suas unhas.
 Que coisa mais fofa esse vestido!!

Unha Smurfs

21 de jul de 2011

O que é de fato significativo?


O filho que muitas vezes não limpa o quarto e fica vendo televisão, significa que...
Ele está em casa!

 
A desordem que tenho que limpar depois de uma festa, significa que...
Estivemos rodeados de familiares e amigos!

 
As roupas que estão apertadas significam que...
Tenho mais do que o suficiente para comer!
 
O trabalho que tenho em limpar a casa significa que...
Tenho uma casa!

 
As queixas que escuto acerca do governo significam que...
Tenho liberdade de expressão!

 
Não encontro estacionamento significa que...
Tenho um carro!

 
Os gritos das crianças significam que...
Posso ouvir!

 
O cansaço no final do dia significa que...
Posso trabalhar!

 
O despertador que me acorda todas as manhãs significa que...
Estou vivo!

 
Finalmente, pela quantidade de mensagens que recebo, significa que...
Tenho amigos pensando em mim!



19 de jul de 2011

Limpando os cantinhos das unhas

Ontem eu mostrei umas dicas de como pintar as unhas e hoje eu vou mostrar como limpar os cantinhos.
Essa forma de limpar é mais comum para o pessoal lá da Europa, por aqui não é muito comum, mas achei super interessante!
Quer ver como fica lindo?!! Olha o Blog da Michelle!

Créditos na imagem

14 de jul de 2011

Os concurseiros e o desperdício de talentos - Artigo do site Administradores

Os gênios americanos criam empresas fantásticas que mudam os rumos da humanidade. Os gênios brasileiros passam em concursos públicos 

Por Leandro Vieira


 Oi gente!
Eu estava no site Administradores quando me deparei com essa matéria super interessante! (na verdade são duas- essa e essa)
Sei que isso não tem muito a ver com os posts que faço mas os cuidadados para um bem estar não são só físicos, mas também psicológicos e sociais!
Vou passar alguns trechos aqui e se vocês quiserem é só clicar no link aí em cima para ver os artigos completos!


Parece realmente tentador: salário vitalício, benefícios garantidos pelo Estado, estabilidade, carga horária conveniente... Quem nunca desejou passar em um concurso público para dar fim às aflições motivadas pelas incertezas do conturbado cenário econômico-social atual?

            De fato, milhões de pessoas em todo o Brasil têm se dedicado à exaustiva maratona preparatória para os diversos concursos oferecidos pelo setor público, em todas as suas esferas. Alguns dedicam anos de estudo, investindo não apenas tempo, mas, também, dinheiro, muito dinheiro. Cursinhos, material didático, inscrições, viagens, estadias... Se tudo for colocado na ponta do lápis, o ROI (retorno sobre o investimento) de algum felizardo deve tardar uma barbaridade.  

Tudo bem, cada um sabe onde aperta o sapato e o que é melhor para a sua vida. A grande questão é que o sonho do concurso público tem gerado um prejuízo enorme para o nosso país. A lógica é simples: temos uma boa parcela de nossos talentos buscando vagas em trabalhos que não acrescentam em nada ao avanço da nação. A maior parte dos cargos públicos volta-se à operacionalização e manutenção da máquina estatal e nada mais que isso. Não estou menosprezando a grande importância do serviço público em nosso país, e tampouco me refiro aos professores e pesquisadores das nossas instituições públicas, longe disso. A questão é que apenas manter a máquina não gera crescimento econômico. É algo como uma locomotiva funcionando sem sair do lugar. 

Normalmente, as pessoas que almejam um cargo público têm uma certa aversão a riscos. Entretanto, não conseguem enxergar os grandes riscos que estão por trás de suas escolhas. Enquanto se preparam para os concursos, os candidatos deixam de desenvolver as competências e habilidades extremamente necessárias na iniciativa privada. Não acumulam experiência, não fazem contatos, e colocam em seu currículo apenas os cursinhos preparatórios para concursos. Parecem nunca ter o pensamento “e se eu não passar?”.

Um concursado leva, muitas vezes, mais tempo para passar em um concurso do que um acadêmico leva para se fazer doutor. E em que contribuem os anos de estudo do “caçador de concursos” para o avanço da ciência? Em nada. E para a geração de novos negócios? Pior ainda...

Em nosso país a cultura empreendedora cede lugar, cada vez mais, à cultura do funcionalismo público. Por aqui, empreender é apenas a saída para os menos inteligentes, para os mais necessitados, para aqueles que não têm condições de arrumar um emprego decente ou de passar em um concurso público.

A minha preocupação central é justamente com a corrida em todo o Brasil por vagas no setor público cujo trabalho em nada acrescenta ao crescimento econômico do país. Quando falo de crescimento econômico, isso não desmerece a importância do serviço público ou dos funcionários públicos. Todos cumprem o seu papel na operacionalização da máquina estatal, sem a qual não viveríamos. Em nenhum momento digo que o setor público é inútil ou "inerte".

A questão não é se o setor público brasileiro é eficiente ou ineficiente. A questão é que o nosso setor privado precisa de pessoas capacitadas, talentosas e inteligentes, mas grande parte de nosso contingente pessoal com essas características sente-se muito mais atraída por cargos públicos. Do ponto de vista individual, todos aqueles que almejam vagas no setor público estão mais do que certos. Lógico: por que eu deveria me esforçar para atuar em um campo cheio de riscos, sem segurança e sem estabilidade, quando posso trabalhar para o estado, sem me preocupar pelo resto da vida? Porém, o ônus do ponto de vista coletivo é muito alto.

13 de jul de 2011

Dia Mundial do Rock



Hoje, 13/07 é o dia do Rock!


Há vários estilos dentro do rock (Punk, Heavy,Thrash,Hard, Death,Gotico, Progressivo e vários outros!)







 O que eu mais gosto?

A junção da música classica com os gritos da guitarra!

Tem gente que fala que é ghotic, tem gente que fala que é symphonic.Tanto faz!!

O que me interessa é a música e não a classificação.





Tarja Turunen
Simone Simmons - Que cabelo lindo,lindo,lindo!!!

Simplesmente amo vocais femininos!
Ao meu ver as músicas ficam muito mais sonoras com vozes líricas

Detre os nacionais:

Oficina G3- Rock gospel

 



 
PG - Rock Gospel
Falando nisso, o que vocês acharam das bandas do Rock in Rio??

Gente...O que está acontecendo com o evento???
Alguem avisa que é um avento de ROCK!! E não essas bandas esquisitas...Nx zero
Como assim Rock in Rio sem Iron Maiden???

11 de jul de 2011

Reflexão sobre a compra desenfreada de esmaltes


Dando uma olhada nessa onda consumista com vários blogs de esmaltes por aí, me deparei com este post da Marcela a achei super válido divulgar a atitude dela!
Pra quem não sabe, ela e a Ana postavam no blog Esmaltes da Ana, mas pararam com ele e começaram este outro.
Eu já havia reparado o quanto os esmaltes estão ficando caros (até um tempo eu comprava esmaltes a R$1,50 e agora os mesmos esmaltes estão R$5,00!!!!) e não necessariamente a qualidade está melhorando (eu diria que há esmaltes que a qualidade piorou!).
Além disso, existem blogs por aí que me parecem que só existem para ganhar produtos das marcas a troco de falar bem em seus posts. A exemplo disso a Marcela postou esse email que ela recebeu de uma marca de esmaltes.

                Agora vamos fazer uma reflexão?

                Esta é a foto que ela tirou mostrando a primeira etapa da faxina:
Esmaltes vencidos,  ressecados, decantados além da possibilidade de uso e também os flúor que perderam o flúor, ou seja, os esmaltes “nocivos
      Deu pra entender??  Essa é só a primeira etapa! Ainda há outras que ela vai postar.
      Em resposta aos comentários ela fala que são esmaltes que ela ganhou das marcas pois o blog estava com uma média de 200.000 acessos por dia (é ou não é o sonho de marketing online de qualquer marca de cosmético?!!).
      Lendo os comentários (até onde eu li eram 135) e teve alguns que achei bem interessante!

“Não entendo porque as empresas nacionais não melhoram de qualidade e ainda assim aumentam os preços!”

“Fico triste olhando coisas q não uso, é uma sensação de dinheiro jogado no lixo…”

“Qdo olho pra trás e vejo o desperdício de dinheiro me dá uma angústia.”

“Uma pena quando vc pensa que outra pessoa poderia ter usado até o final se o tivesse.”

“É bom por que a gente começa a pensar melhor sobre o que consumimos, se realmente é necessário ter tantos vidrinhos….”

“Será que eu preciso de 08 esmaltes azul turquesa, só pq um puxa para o verde e o outro para o roxo, mas o outro tem fundo lilás…e assim vai”

“Acho muito positivo o que você está fazendo e espero que seu post inspire outras mulheres para que tenhamos uma blogosfera “esmaltística” mais descontraída, amiga e menos vendida em troca de esmaltes de graça.”

“A maior idiotice que eu já fiz, foi comprar vidrinhos de “estoque”. Desde quando eu consigo usar um esmalte até o fim??? Pra que estocar??? Tenho 3 Shows da Risqué. Vai vencer tudo ao mesmo tempo. HAHAHAHA! Isso é loucura.”   Pior que eu vejo muito disso por aí...

     Considero que cada blog tem seu valor (eu mesma sigo vários blogs sobre esmaltes) mas quando isso passa a ser um problema chega um momento em que você tem que ponderar sobre o que é válido e o que é para se descartar!    
     Tem gente que fala que é um "vícil saudável", e desde quando existe vício que seja saudável?? Até mesmo a alimentação super controlada e exercício físico em excesso faz mal!!

    E você? De que lado está? É uma consumista desenfreada ou pondera nas suas compras??